Síndrome miofascial segmentos dorsal, lombar e membros inferiores

É uma causa comum de dor no músculo caracterizada pela presença de pontos gatilhos (locais bem delimitados) podendo-se manifestar como um nódulo ou local de contração do músculo que quando estimulado causa uma dor em uma área distante - dor que ¨corre¨ para outro local.

Fisiatria

  DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO GLÚTEO MÉDIO

Fisiatria

DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO GLÚTEO MÍNIMO

Fisiatria

DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO ILIOPSOAS

A dor é referida em determinada região do corpo podendo iniciar ou piorar com o esforço físico (mas pode ocorrer mesmo ao repouso quando não for tratada precocemente).

Uma das explicações para sua causa é o estresse excessivo sobre os músculos (movimentos repetitivos, condicionamento físico inadequado, postura inadequada, trauma, distensão muscular, estresse emocional).

Fisiatria

DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO PIRIFORME


Pode associar-se a doenças como diabetes, doenças da tireóide, depressão, anemia, doença reumatológicas e neurológicas.

Fisiatria

DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO MULTIFIDUS


O diagnóstico é clínico não sendo muitas vezes necessário nenhum exame complementar.

Fisiatria

DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO FLEXOR LONGO DOS DEDOS E MÚSCULO FLEXOR LONGO DO HÁLUX

Fisiatria

DOR MIOFASCIAL – MÚSCULO FIBULAR LONGO, MÚSCULO FIBULAR CURTO E MÚSCULO FIBULAR TERCEIRO

O tratamento consiste na identificação de fator causal e sua correção (atividades que envolvam sobrecarga do músculo envolvido devem ser evitadas até a melhora da dor).

MEDIDAS COMO:

  • eliminação dos pontos gatilhos (agulhamento)
  • massagem, calor, crioterapia, eletroterapia
  • acupuntura
  • fisioterapia (cinesioterapia; alongamento muscular no sentido contrário à ação do músculo)
  • suporte psicológico
  • analgésicos; anti-inflamatórios não-estereoidais; relaxantes musculares (espasmos musculares - ciclobenzaprina ou tinadizina); anti-depressivos e anti-convulsivantes

Fisiatria

DOR MIOFASCIAL – INATIVAÇÃO DE PONTOS GATILHOS

PARA SABER MAIS SOBRE O ASSUNTO OU ESCLARECER SUAS DÚVIDAS, MANDE UM E-MAIL: neurocranioecoluna@yahoo.com.br

SAIBA MAIS CONSULTANDO TAMBÉM: http://dorcronicaeagora.blogspot.com.br